sábado, 27 de junho de 2009

Gameplay

Para quem estará ou poderá estar em São Paulo no mês de julho, uma notícia interessante: no Itaú Cultural haverá uma exposição denominada "Gameplay" que se propõe a discutir questões relevantes para a área dos jogos. A chamada, ao menos, é instigante:

O que diferencia o videogame de outras formas mais tradicionais de expressão audiovisual? A interatividade? Não é apenas isso, há algo mais em jogo.
A exposição toma como ponto de partida a ideia de que a interação com o jogo é um "verdadeiro diálogo" (eu não usaria o termo "verdadeiro", embora em minha dissertação eu parto de uma posição de André Lemos frente ao assunto para abordar/discutir esse processo dialógico bastante particular dos jogos). De qualquer modo, gera curiosidade o anúncio de que:

GamePlay oferece ao visitante a chance de experimentar o conceito que está por trás da experiência de interação entre o homem e a máquina de forma prática.
Para programadores e amantes de jogos, uma boa pedida. No melhor estilo paulistano de se propagar a cultura, a entrada é franca, bastando retirar o ingresso com antecedência. Incito todos a irem e, posteriormente, comentarem, debaterem sobre o modo como tem se apresentado formalmente a comunidade gamer em tais eventos. Eu, de minha parte, farei isso. Segue o link do evento, com as informações completas e a descrição do que teremos no evento:

GAMEPLAY - LINK

2 comentários:

Janos disse...

Quem dera eu pudesse ir. E bom ver que não abandonou o blog. Continue postando aí.

Henrique Magnani disse...

Não vou abandonar o blog. É que não consigo conciliar as aulas com as postagens. Para escrever é preciso de um certo ócio (que me permita jogar, pensar sobre os jogos) que não consegui cultivar nesse primeiro semestre. Não é a toa que a época de maiores postagens coincide com os períodos em que estive de férias ou desempregado...
Quem sabe um dia consigo voltar a aliar esses meus interesses com alguma forma de me manter. Ou, quem sabe, algum dia eu consiga me manter abdicando de menos tempo em prol de meus interesses particulares.

Abraço!